Nos dias alegres sê tu, minha filha,
procura no teu íntimo a tua raiz e sê tu
Nas noites de tormenta, sê tu,
sê a erva das planícies que se verga mas não parte,
sê o peixe do rio que sobe a corrente,
sê a menina-mulher que procura respostas e cria o teu caminho,
encontrando, no teu chão, alimento para crescer

Sê justa

Sê justa, minha filha,
sabendo que nunca estarás só
e que sozinhos não somos capazes
que nem todos têm razão,
mas que há alturas que a razão não chega
e o coração deve estar sempre lá.
Sê justa e ao lado dos que podem menos que tu,
dá-lhes a mão para que, pelo menos, caminhem ao teu lado

Sê livre

Sê livre minha filha,
águia nos ares,
truta nos mares,
raposa sagaz,
menina-mulher que decide o seu caminho,
lado a lado com a força de uma nova vida necessária,
sê livre e aberta à vida

Sê tu, minha filha

Anúncios

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s