STMLAssumo hoje, com um colectivo de mais 28 trabalhadores, a responsabilidade de dirigir a organização colectiva dos trabalhadores do Município de Lisboa, o STML.

Não o faço de ânimo leve e tenho consciência que este mandato que agora começa será dos mais conturbados que os trabalhadores do Município de Lisboa, os trabalhadores em Portugal e no Mundo jamais passaram.

A crise do capitalismo e a desesperada luta da classe dominante para assegurar a manutenção dos seus privilégios significa para os trabalhadores a necessidade de encontrar formas colectivas e combativas de resistir e abrir caminho para uma vida sem exploração e opressão.

Não é fácil ser dirigente sindical, hoje. Como não o foi no passado, nem certamente no futuro. Mas confio neste colectivo de homens e mulheres e na capacidade de colectivamente dinamizarmos a luta colectiva dos trabalhadores do Município de Lisboa por uma vida mais digna e fraterna.

Luta e Solidariedade

Anúncios

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s