s.f. BOTÂNICA planta da fam. das Compostas, com capítulos de flores liguladas, brancas, espontânea em Portugal, e também conhecida por bonina e bem-me-quer. A flor desta planta; margarita. (do lat. margarita-, «pérola>

Na minha infância fascinavam-me
e brincava, como os demais,
o jogo do mal-me-quer.
Sei que fazia batota, acabava sempre por bem-me-querer.

Talvez porque a vida não aceita truques,
paguei muito tempo os mal-quereres que o jogo me ditou.

Devo ter pago o suficiente.
Começo agora a jogar,
sem precisar de batotas,
o jogo do bem-querer.

Basta ser o que sou, dar o que posso, esperar pouco ou nada.
O resto virá dos riachos e da vida fecunda que recomeçou a embriagar-me

Anúncios

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s